Fragmento de cerâmica com detalhe de Flor-de-Lótus

Escolhemos a imagem da flor que podem ver no topo de nossa página de entrada da plataforma digital como marca deste I Curso de Especialização em Estudos Clássicos realizado na modalidade de ensino a distância, pois ela nos pareceu revelar muito de nosso projeto, do que queremos ao propor este curso.
O azulejo pintado – em geral com figuras vermelhas e pretas, como é este caso – era frequentemente utilizado em regiões como a Lídia (atual Turquia meridional) e sul da Itália por falta de pedras nobres como elementos arquitetônicos decorativos. Assim, quase a querer suprir o que faltava em termos de preciosidade do material, a arte procurava superar-se em perícia e inventividade. Além disso, os azulejos, muitas vezes, procuravam aliar a uma função exclusivamente estética, alguma utilidade para a vida cotidiana: não era incomum que estes azulejos servissem como calhas para o dreno da água.
Assim, em sua simplicidade, a flor de lótus em relevo no fragmento do frágil azulejo parece querer recordar o motivo mais profundo deste projeto: aquele de fazer florecer os estudos clássicos em nosso País, com toda a humildade que um projeto deste fôlego nos inspira, mas utilizando-se orgulhosamente para isso não somente dos melhores professores e conteúdos a nossa disposição, mas também da arte didática mais atual e eficaz, aquela do ensino a distância.
Fragilidade e força de vontade, beleza e concretude, antigo e novo, são estas as tensões que movem a equipe de produção deste Curso. Assim nos inspirou a flor de lótus, e com esta palavras queremos simbolicamente doá-la como companheira de viagem para cada um de vocês, para que nos acompanhe ao longo destes próximos 18 meses.
Brasília, Abril de 2012

Gabriele CornelliCoordenador

Créditos da imagem:
Azulejo em argila, Sardi (Lídia), período arcáico (VI séc a.C.). Metropolitan Museum of Art, New York (Gallery 152). A imagem original pode ser acessada na bela página web do MET.

PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DA FLOR...

Posted on

sábado, 21 de abril de 2012

As mais vistas

Blogs interessantes

Notícias

Loading...

Artigos de Ghiraldelli Jr.

Pense o pensamento

Florânia, vista aérea.

Florânia, vista aérea.
A cidade em que moramos e amamos.

Celeuma na calçada...

Celeuma na calçada...
É costume no interior do RN sentar-se nas calçadas e discutir variados assuntos que vão da política à religião, das fofocas às histórias do lugar. Maravilha!

Alegria e contentamento.

Alegria e contentamento.
Como é agradável encontrar-se com a família e partilhar ótimas alegrias!

QUE CÉU! QUE PAISAGEM! QUANTA PAZ!

QUE CÉU! QUE PAISAGEM! QUANTA PAZ!
Também com este céu, não podia querer outra coisa senão sorrir e admirar...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Atividade no Facebook

Pesquise aqui

Carregando...

Categorias

filosofia (406) cultura (329) sociologia (307) política (272) educação (268) ética (95) futebol (75) cidadania (67) Deus (56) literatura (52) Luiz Felipe Pondé (48) florânia (43) teologia (40) artes (38) diário da copa (35) Brasil (33) poesia (31) Platão (29) natureza (26) Nietzsche (25) Bíblia (24) Cristo (22) sócrates (22) Lévinas (21) vida (21) alteridade (20) amor (20) Religião (19) liberdade (19) antiguidade (18) justiça (18) copa 2014 (16) economia (16) (16) ecologia (15) férias (15) Aristóteles (13) Jesus (11) Heidegger (10) Pedagogia (10) Zizek (10) história (10) livro (9) Foucault (8) Kant (8) dialética (8) música (8) poder (8) Marx (7) família (7) tecnologia (7) Ulisses (6) felicidade (6) mito (6) morte (6) seleção (6) simpsons (6) tempo (6) valores (6) Existencialismo (5) Sartre (5) ciência (5) Adorno (4) Agostinho (4) Borges (4) Deleuze (4) Filosofia da existência (4) Heráclito (4) Spinoza (4) Sören Kierkegaard (4) Tomás (4) homem (4) verdade (4) Chauí (3) Homero (3) Jorge Amado (3) Luc Ferry (3) Milan Kundera (3) Nelson Rodrigues (3) Rousseau (3) Schopenhauer (3) paz (3) socialismo (3) Descartes (2) Dostoievski (2) Einstein (2) Epicuro (2) Freud (2) Gabriel Garcia Marquéz (2) Hannah Arendt (2) Hegel (2) Luis Fernando Veríssimo (2) Mircea Eliade (2) Montaigne (2) Newton (2) Paulo Freire (2) Saramago (2) Senhor (2) Teatro (2) cotidiano (2) curiosidade (2) humanismo (2) humor (2) ideia (2) ideologia (2) juventude (2) libertadores (2) moral (2) nada (2) olimpíadas (2) seca (2) tragédia (2) vontade (2) Adoniran (1) Alcebíades (1) Anselmo (1) Bacon (1) Beethoven (1) Cony (1) Demócrito (1) Diógenes (1) Edgar Morin (1) Emily (1) Empédocles (1) Gadamer (1) Gramsci (1) Haiti (1) Hipócrates (1) Hume (1) Husserl (1) Ionesco (1) Jabor (1) Jaeger (1) James Allen (1) Kepler (1) Lincoln (1) Lobato (1) Locke (1) Louvor (1) Lucrécio (1) Lévi-Strauss (1) Maquiavel (1) Martin Luther King (1) Mary Schmich (1) Maurice Blanchot (1) Nelson Mandela (1) Parmênides (1) Paul Ricoeur (1) Popper (1) Proust (1) Racine (1) Rorty (1) Simone Beauvoir (1) Sílvio Gallo (1) Sólon (1) Terêncio (1) Weber (1) administração (1) adorador (1) criança (1) física (1) gestão (1) gratidão (1) medicina (1) pedofilia (1) psicologia (1) santos (1) saúde (1) ser (1) sujeito (1) voleibol (1) água (1)
Ao citar qualquer material deste blog, favor mencionar o autor Jackislandy Meira de Medeiros Silva. Tecnologia do Blogger.